IPCA mantem trajetória de desaceleração e deve fechar 2016 em 6,80%

0
505

São Paulo, 09/11/2016 – O IBGE divulgou hoje que o IPCA de outubro apresentou alta de 0,26% no mês, apresentando leve aceleração em relação a taxa de 0,08% de setembro. O resultado ficou abaixo da projeção da GO Associados e da mediana do mercado, de acordo com o Broadcast/Estadão, que eram de 0,30% e 0,29%, respectivamente.

Nos últimos 12 meses o índice acumulado é de 7,87%, desacelerando em relação à taxa de 8,48% acumulada no mês passado. Desde fevereiro de 2015 o IPCA não ficava abaixo de 8%.

Cinco dos nove grupos do IPCA aceleraram na passagem de setembro para outubro. Destaque para os grupos transportes e alimentação.

O primeiro saiu de uma deflação de 0,10% para alta de 0,75% devido ao aumento do preço dos combustíveis, em especial do etanol, devido ao período de entressafra da cana-de-açúcar.

E o segundo se manteve em deflação, de 0,05%, entretanto, acelerando em relação a deflação de 0,29% de setembro, refletindo altas nos preços das carnes, pescados, tubérculos e na alimentação fora do domicílio. Por outro lado, os grupos habitação, despesas pessoais, comunicação e educação desaceleraram em outubro. Com destaque para o primeiro devido à dissipação do reajuste do gás de botijão.

Para novembro, a expectativa é que o IPCA mantenha leve trajetória de aceleração, registrando alta de 0,32%, refletindo em parte o acionamento da bandeira amarela no preço da energia elétrica, o fim do período de deflação dos alimentos no domicílio, mudança na política de preços da Petrobras para o gás de botijão e o aumento no valor das multas de trânsito.

Por outro lado, o reajuste negativo no preço da energia elétrica em regiões como São Paulo e Rio de Janeiro e a recente divulgação da Petrobras na redução do preço da gasolina e diesel devem contrabalançar parte desses efeitos. De toda forma, no acumulado em 12 meses o IPCA continuará sua trajetória de desaceleração e deve encerrar o ano em 6,80%.

(Luiz Castelli – luiz.castelli@goassociados.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.