Decisão do Copom foi correta, afirma Gesner Oliveira

0
907

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a taxa básica de juros, Selic, em 0,75 ponto percentual, em 13% ao ano, foi correta e é uma boa notícia. Esta é a opinião do economista, Gesner Oliveira, sócio da GO Associados.

Em sua coluna na rádio Bandeirantes, Gesner afirmou que o Copom levou em consideração quatro fatores para cortar a taxa. O primeiro deles, é desaceleração da inflação, que, segundo a divulgação do IBGE desta semana, está em queda. O IPCA subiu 0,30% em dezembro, a menor taxa para o mês desde 2008.

O segundo fator apontado por Gesner, é a grande ociosidade e desemprego. “A atividade está muita fraca, com os principais índices de emprego e produção ainda em queda”, afirmou.

Outro ponto positivo citado pelo economista foi que a eleição de Trump não gerou nenhum efeito muito forte na taxa de câmbio, que voltou a rodar em torno de R$ 3,20, próxima ao nível pré-Trump. Agora pela manhã, o dólar está sendo negociado a R$ 3,17, com queda de 0,63%.

Por fim, Gesner afirma que o Copom reconheceu que o ajuste fiscal segue em ritmo mais rápido que o esperado. O economista destaca que o comunicado explicita que deve manter esse ritmo de queda de 0,75 pp nas próximas reuniões.

David Abreu – david.abreu@goassociados.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.