Índice de Confiança da Construção tem terceira alta consecutiva

0
874

São Paulo, 27/09/2016 – A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou hoje o Índice de Confiança da Construção (ICST), que subiu 2,1 pontos em setembro, atingindo 74,6 pontos. Esta é a terceira alta consecutiva, o que demostra uma melhora nas expectativas de curto prazo para os empresários do setor. “Definitivamente, o cenário começa a se mostrar mais favorável para a construção civil. O anúncio do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) e a sinalização de retomada de obras paradas do Minha Casa Minha Vida (MCMV) impulsionaram ainda mais as expectativas empresariais em setembro”, observou Ana Maria Castelo, Coordenadora de Projetos da Construção da FGV/IBRE.

O Índice de Expectativas (IE-CST) foi o que impulsionou a alta do ICST, avançando 3,4 pontos e atingindo assim, 84,8 pontos, maior nível desde dezembro de 2014. A situação dos negócios para os próximos seis meses foi o quesito que mais contribuiu para a alta do índice, com uma variação de 5,1 pontos em relação ao mês anterior.

O Índice da Situação Atual (ISA-CST) subiu 0,6 ponto, alcançando 64,8 pontos. Já o Nível de Utilização da Capacidade (NUCI) do setor, em setembro, atingiu 64,8%, apenas 0,3 ponto percentual acima do resultado de agosto, mostrando relativa estabilização do nível de atividade.

Para a coordenadora de projetos, são as expectativas que mais têm impulsionado a confiança do setor da construção, mas é preciso olhar com atenção. “A sinalização dada pelos empresários do setor é bastante expressiva, mas é preciso cautela. Mesmo que as expectativas estejam indicando uma aceleração ainda não há elementos suficientes para se confirmar a retomada do crescimento nos próximos meses”, completa Ana Castelo.

ie

David Abreu – david.abreu@goassociados.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.