IBGE: Construção civil fecha 2016 com inflação de 6,64%

0
839

São Paulo, 11/01/2017 – O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) subiu de 0,49% em dezembro, acelerando 0,39 ponto percentual em relação à taxa de novembro (0,10%). Assim, o ano de 2016 fechou em 6,64%, segundo os dados divulgados hoje (11)  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A parcela relativa aos materiais variou 0,01%, subindo 0,07 ponto percentual em relação à taxa do mês anterior (-0,06%). Já a parcela da mão de obra apresentou variação mais expressiva de 1,02%, acelerando 0,75 pp em relação à novembro (0,27%).

Com isto, 2016 registrou variação de 2,92% nos materiais. A parcela do custo referente aos gastos com mão de obra registrou uma elevação de 10,89%. Em 2015, materiais e mão de obra haviam registrado altas de 3,78% e 7,55% respectivamente.

Evolução das variações do custo da construção, Total, Material e Mão de Obra, Brasil – 2016 Mesestabela1
Fonte: IBGE, Diretoria de pesquisas, Coordenação de Índices de Preços

Segundo o IBGE, dentre as regiões brasileiras, a Sul se destacou por apresentar a variação de custo mensal mais elevada, com 2,09% em dezembro. As demais taxas do mês de dezembro foram: 0,21% (Norte), 0,31% (Nordeste); 0,18% (Sudeste) e 0,46% (Centro-oeste). No ano, a região Sudeste apresentou a maior alta, de 7,20%.

Variações acumuladas do custo da construção, Brasil e Regiõestabela2
Fonte: IBGE, Diretoria de pesquisas, Coordenação de Índices de Preços

David Abreu – david.abreu@goassociados.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.